Dicas de Comunicação

Dicas de Comunicação

DICAS PARA COMUNICAÇÃO

*SEJA OBJETIVO E DIRETO

Que autista tem mente literal e não entende entre linhas muitas pessoas já sabem. Mas ainda sim esquecem que pensamos de forma muito direta e objetiva.

Ontem a Luciana estava no trabalho e me liga falando:

_Olha deixei a janela do quarto aberta.

_Ah tá!

Hoje de manhã ela me diz:

_Ontem falei que a janela estava aberta e tu nem fechou!

_Uai! Eu achei que só estava me dando um informação sobre a janela, que por sinal achei desnecessário. Só falou que deixou aberta.

_Mas era para fechar, por isso te falei que estava aberta.

_Não me pediu para fechar. Na minha cabeça estavas só compartilhando que deixou aberta. Queria que eu fizesse o que com essa informação?

_Fechasse!

_Ah, então era para dizer: Fecha a janela que deixei aberta.

Começamos a rir e cada dia percebo como autista pensa pela lógica, de forma direta e objetiva.

Entender que a janela estava aberta não significa que deveria entender que eu deveria fecha-la. Quando queremos algo do autista precisamos ser claros, objetivos e ter sempre frases de ações bem colocadas.

Porque se sua frase não estiver bem colocada a execução pode não sair como esperado.

Mesmo que ela falasse:
_Olhe a janela pra mim!

Não ia funcionar, eu ia só olhar a janela.

Se ela falasse:
_Se for no quarto fecha a janela.

Eu poderia nenhum momento ir até o quarto.

Então, para essa situação o correto seria.

_Deixei a janela aberta, feche ela pra mim!

Pronto, simples e fácil!

As coisas como essa parecem engraçadas mas a verdade é que tem sempre alguém brigando com a gente, sem paciência e até nos chamam de lerdos, burros, sem noção, que não prestamos atenção.
Tudo porque as pessoas não sabem falar o que querem de forma clara e aí é mais fácil achar que o "erro" está em nós.

E quando somos adultos isso fica pior, porque poucos entendem a nossa dificuldade e acham que passamos por "desentendidos" de propósito.

Mas o problema todo é a comunicação e nem sempre é a nossa dificuldade de interpretação.

Naty Souza